O Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) lançarão em 2019 o edital de um novo programa de fomento: o Programa de Pesquisa Alemanha-São Paulo (Propasp). O acordo, assinado em outubro de 2018 pelas duas agências, possibilitará o financiamento de projetos conjuntos de pesquisa conduzidos por equipes na Alemanha e no estado de São Paulo, em todas as áreas de conhecimento. O período inicial de fomento será de dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois anos.

O objetivo do programa é viabilizar o início ou a intensificação de atividades integradas de pesquisa entre duas equipes ligadas a universidades e/ou instituições de pesquisa alemãs e paulistas, de modo a fortalecer as relações científicas. Um dos principais enfoques do Propasp é a qualificação de jovens pesquisadores.

O DAAD financiará os pesquisadores alemães, enquanto a Fapesp cuidará do fomento das equipes paulistas. As candidaturas deverão ser submetidas respectivamente às duas agências de forma paralela. O Propasp foi inserido pelo DAAD no âmbito do programa PPP (Programm Projektbezogener Personenaustausch), que promove a cooperação de alemães com pesquisadores de vários países, como é o caso do programa Probral, uma parceria existente entre o DAAD e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (Capes). No Propasp, os fundos do DAAD poderão ser usados para custear as estadias de pesquisa dos membros da equipe alemã na instituição do parceiro paulista.