Internationale Alumni unterhalten sich sitzend an einem Tisch.

COMUNICADO | O DAAD informa que infelizmente um corte orçamentário imprevisto levou à repentina necessidade de replanejar a concessão de bolsas em seus programas de estadias de pesquisa, financiados por verbas públicas federais. Assim, em 2022, não será possível conceder financiamento para os seguintes programas: 1 – Estadias de pesquisa para professores e cientistas; 2 – Estadias de pesquisa para professores de artes e arquitetura; 3 – Estadias de pesquisa para ex-bolsistas do DAAD; e 4 – Docências de curta duração.

Por esse motivo, a central do DAAD se viu obrigada a suspender a partir de 30/03/2022 as inscrições para esses programas, ainda sem previsão de reabertura de editais. As candidaturas anteriormente enviadas não poderão ser consideradas. A equipe do escritório regional do DAAD no Rio de Janeiro entende que essa mudança atinge vários interessados e candidatos dos programas, e espera em breve poder retomar a oferta de bolsas no âmbito das estadias de pesquisa.


Normalmente o DAAD lança uma chamada anual do programa exclusivo para seus ex-bolsistas do mundo tudo: os DAAD-Alumni que já tenham recebido um fomento por período superior a seis meses podem se candidatar a uma estadia de pesquisa ou trabalho na Alemanha. Existe, ainda, um programa do mesmo tipo exclusivo para os ex-bolsistas do programa EPOS, cujo foco é em cursos ligados ao desenvolvimento sustentável. Nesse segundo caso, há duas chamadas por ano (veja datas ao final da página).

Os selecionados das duas modalidades ganham bolsa por um a três meses para desenvolver um projeto de pesquisa em cooperação com uma universidade ou um instituto de pesquisa alemães. No caso de ex-bolsistas atuantes fora do setor acadêmico é possível pleitear uma estadia de trabalho numa instituição ligada às áreas de economia/negócios, administração, cultura ou mídia.

A ideia por trás desses programas é estimular a manutenção de contatos dentro da rede global de ex-bolsistas do DAAD e possibilitar que os ex-bolsistas sigam desenvolvendo seus projetos em cooperação com instituições alemãs. Esta página da central do DAAD apresenta um panorama sobre as duas modalidades de apoio a ex-bolsistas.

Conheça alguns critérios de avaliação

Apresentar um projeto de pesquisa ou de trabalho bem planejado e convincente é um critério importante do processo seletivo. Os candidatos interessados em pesquisa acadêmica devem ainda comprovar sua trajetória enquanto pesquisador(a) e, dependendo do caso, apresentar o histórico de publicações. Para os interessados em estadias de trabalho, será avaliado, por exemplo, se a estadia na Alemanha poderá ter um impacto sustentável na atividade profissional e se é possível prever um efeito multiplicador a partir da experiência, por exemplo, na forma de publicações.

O processo seletivo só admite ex-bolsistas que tenham retornado para o país de origem há pelo menos três anos. Os selecionados ganham uma bolsa mensal de cerca de 2.000 euros e passagem aérea. A duração do fomento é decidida por um comitê de seleção e depende do projeto em questão e do cronograma proposto pelo(a) candidato(a).

Programa de estadias para ex-bolsistas do programa EPOS 

  • Duas chamadas por ano | Prazos de candidatura: 31 de março (para estadias entre julho e dezembro) e 30 de setembro (para estadias entre janeiro e junho)
  • Pré-requisitos e procedimentos de inscrição no site da central DAAD