Parte importante do trabalho do DAAD é o fomento à língua alemã. Para isso nada melhor do que estimular a leitura da literatura do país. Junto com as bibliotecas dos Goethe-Institut de São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, lançamos o projeto “Telas Literárias”, um clube de leitura virtual com encontros mensais para discutir uma obra da literatura alemã contemporânea. O objetivo é dar mais visibilidade aos autores alemães publicados no Brasil e aproximar o público da literatura alemã contemporânea publicada em língua portuguesa.

Os encontros ocorrem na plataforma Zoom e têm a seguinte dinâmica: um(a) convidado(a) apresenta uma obra ou autor(a) e conduz o debate, sempre em português. As vagas são limitadas e, portanto, a inscrição é necessária. Para participar, basta enviar um e-mail para daad_sao_paulo@daad.org.br. As informações sobre obra e autores de cada encontro são divulgadas com antecedência pelos canais de comunicação do Goethe-Institut e do DAAD Brasil (Instagram e Facebook) para quem desejar se preparar para a conversa. No entanto, para participar não é necessário ter lido o livro ou ter conhecimentos sobre literatura alemã. Aproveite para assinar nossa Newsletter e ficar por dentro dos próximos encontros.

Confira a programação:

  • Telas Literárias em novembro: 11/11, às 17h00
    Livro do mês: “Tschick”, de Wolfgang Herrndorf
    Mediador: Robert Schade

O encontro será mediado por Robert Schade, bacharel (2008) e doutor (2015) em filologia germânica e literatura comparada pela Universidade de Potsdam. Concluiu sua tese com apoio da Sociedade Alemã de Apoio à Pesquisa (DFG), publicada em 2017 com o título Schwankende Ansichten (Opiniões Flutuantes, em tradução livre). Atualmente é professor leitor do DAAD na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). 

O livro apresentado nesta edição será Tchick, romance de sucesso de Wolfgang Herrndorf traduzido para o português por Claudia Abeling. Nele, Herrndorf conta em tom leve e divertido a história de Maik Klingenberg, de 14 anos, e o seu amigo Tchick, russo, recém chegado na turma da escola. Os dois são outsiders: os únicos não convidados para a festa de aniversário da famosa Tatjana Cosic. Nas férias, momento em que Maik fica sozinho na casa dos pais em Berlim, Tchick o convence a iniciar um road trip pela Alemanha com um carro roubado. O livro foi adaptado para o cinema em 2016, dirigido por Fatih Akin.

Wolfgang Herrndorf nasceu em Hamburgo em 1965. Foi ilustrador na famosa revista Titanic e escritor. Herrndorf se suicidou em 2013 devido a uma doença letal. Tchick foi o segundo romance do autor. Em 2011 venceu o Clemens-Brentano-Preis e foi nomeado ao Preis da Leipziger Buchmesse pelo mesmo título.