Studierende auf dem Gang einer Hochschule.

Universidades alemãs mantêm grande diversidade de convênios com universidades de outros países. Esses acordos de cooperação fomentam o intercâmbio acadêmico de estudantes e professores, assim como a implementação de projetos científicos conjuntos. Existe um grande potencial para a criação de novas cooperações em diferentes campos da ciência.

As universidades alemãs: parceiros fortes de cooperação

A Alemanha é um dos locais de estudos mais atraentes mundo afora. As universidades alemãs são reconhecidas parceiras de cooperações, em especial por meio de seu alto potencial de inovação, sua tradição secular e seu foco na internacionalização.

O sistema universitário alemão é bastante diverso. Existem três tipos de instituições de ensino superior: as universidades, as universidades de ciências aplicadas com enfoque na pesquisa e nas áreas de artes e música (Kunst- und Musikhochschule). A grande maioria das universidades são financiadas por recursos públicos e por isso estão submetidas a mecanismos estatais de controle de qualidade. Mais informações no portal Higher Education Compass (Hochschulkompass.de).

Passos para estabelecer uma cooperação com universidades alemãs

Passo 1: Definição dos objetivos de cooperação por parte da universidade brasileira

Ao iniciar o trabalho conjunto deve-se determinar os objetivos da cooperação. Pode-se começar definindo:

- as áreas de conhecimento que serão englobadas, observando-se as áreas comuns entre as duas instituições.

- o nível acadêmico a ser incluído, ou seja, graduação, pós-graduação, doutorado e docência.

- as metas a serem alcançadas, tais como aumento de estudantes/pesquisadores alemães em sua instituição ou vice-versa, complementação de programas de estudos com disciplinas ministradas a partir de plataformas on-line nas universidades alemãs, colaboração em projetos de pesquisa etc.

- os contatos já existentes com a universidade de interesse na Alemanha, como parcerias já concluídas, visitas ou estadias já realizadas por estudantes, pesquisadores ou professores.

- o período planejado de execução da cooperação.

Por fim, é importante estabelecer os objetivos individuais de cada cooperação, que se pretende estabelecer com instituições de ensino superior (alemãs), a fim de oferecer um projeto de trabalho conjunto mais atraente.

Passo 2: Identificação de parceiros potenciais na Alemanha

Há diversas maneiras de encontrar o parceiro mais adequado para a cooperação. Por exemplo, buscar contribuições de pesquisadores alemães nas revistas científicas de sua área de interesse, o que pode resultar em um primeiro contato. Além disso, identificar em sua instituição ex-bolsistas do DAAD ou egressos da universidade alemã de seu interesse, aproveitando os contatos já estabelecidos por esses acadêmicos.

Outra opção é o uso de mecanismos de busca na web, como, por exemplo:

  • Hochschulkompass: Informações e links para todas as instituições de ensino superior públicas ou reconhecidas pelo Estado  sobre estudo, pesquisa e cooperação internacional.
  • Research Explorer: Diretório criado pela Sociedade Alemã de Amparo à Pesquisa (DFG) e pelo DAAD (Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico) em conjunto com o Conselho de Reitores Universitários (HRK), com mais de 23 mil universidades alemãs e outras instituições de pesquisa.
  • Study in Germany: Portal do DAAD e do Ministério Alemão de Educação e Pesquisa (BMBF) com informações sobre possibilidades de estudo, direcionado a estudantes estrangeiros.
  • Research in Germany: Informação para promoção da inovação e pesquisa na Alemanha. Oferece uma ideia sobre o sistema alemão de pesquisa e possíveis oportunidades de financiamento nessas áreas.

Passo 3: Contato com as universidades alemãs

  1. Identificar a pessoa encarregada da assessoria internacional, o pesquisador com quem deseja estabelecer contato ou o professor da faculdade desejada.
  2. Redigir um e-mail em inglês ou alemão, no qual será apresentada a instituição brasileira, informando os interesses na cooperação com o parceiro alemão e especificando claramente os objetivos que se pretendem alcançar com o trabalho conjunto.
  3. Manter o contato com a instituição, a fim de planejar os desdobramentos do processo que resultará no convênio.

Para encontrar uma instituição de seu interesse, recomenda-se consultar o buscador de cursos do DAAD: link

Buscar financiamento

O DAAD oferece ampla oferta de possibilidades para estabelecer ou fomentar a colaboração entre universidades brasileiras e alemãs, tanto em nível individual, quando em nível institucional.

Mais informações: daad.de-Projektförderdatenbank (apenas em alemão).