Mesmo sendo possível estudar completamente em inglês na Alemanha, vale a pena envolver-se com um idioma tão interessante quanto o alemão. Aprender alemão significará conhecer a cultura do país de forma mais completa, além de ser uma porta para muitas oportunidades.

No Brasil há uma grande oferta de cursos de alemão e diversas instituições aplicam testes de proficiência no idioma. O DAAD costuma exigir o teste onSET dos candidatos às suas bolsas de estudos, mas o exame normalmente solicitado pelas universidades alemãs é o TestDaF. Saiba mais sobre os cursos e testes a seguir:

Goethe-Institut
O Goethe-Institut é o centro de cursos e instituto cultural oficial da Alemanha, cuja missão central é promover o conhecimento da língua alemã mundo afora e promover a cooperação cultural internacional. Existem algumas filiais distribuídas pelo Brasil. Outras opções para o aprendizado do alemão são as sociedades culturais. Além das sedes do Goethe-Institut no Brasil, outras instituições são credenciadas para aplicar os exames de proficiência de alemão.

Exames de proficiência
É cada vez mais comum que as instituições de ensino superior alemãs exijam testes de proficiência de alemão. O TestDaF é um exame linguístico de nível avançado, mais comumente exigido pelas universidades alemãs para alunos regularmente matriculados. Engloba os níveis B2 e C1 da escala de seis níveis do Quadro Europeu Comum de Referência de Línguas (QECR). Confira a lista de locais credenciados para localização do exame.

Já o onSET é um teste de nivelamento online da língua alemã, feito por meio do preenchimento de lacunas, que segue o formato C-Test. Ele avalia a competência linguística e é indicado para nivelar o grau de aprendizado da língua alemã. No Brasil, há 25 instituições licenciadas para sua aplicação (a lista de dias e locais de prova deve ser consultada no próprio site do onSET). O teste também é oferecido pelos professores visitantes do DAAD, que atuam em diferentes universidades federais pelo Brasil (oferta suspensa durante a pandemia de Covid-19).

Cursos livres em universidades brasileiras
Também é possível encontrar cursos livres de línguas estrangeiras, incluindo o alemão, em mais de 50 universidades brasileiras, como por exemplo na UFF (Universidade Federal Fluminense), USP (Universidade de São Paulo), UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro), UFPA (Universidade Federal do Pará), UNB (Universidade de Brasília), UFC (Universidade Federal do Ceará) e UFES (Universidade Federal do Espírito Santo). Verifique na sua Universidade se há oferta e disponibilidade de vagas em cursos desse tipo.

Idioma sem Fronteiras - Alemão
O programa Idioma sem Fronteiras, desenvolvido pelo MEC em parceria com o DAAD, foi lançado em 2016 e já atendeu mais de 3.800 estudantes em 17 universidades. Atualmente, o programa se encontra suspenso, ainda sem previsão de retorno, e portanto não é possível se inscrever. O programa German Teaching Assistants (GTA), que prevê a vinda de graduandos alemães da área de germanística para ensinar alemão nas universidades brasileiras, também se encontra temporariamente indisponível.